Voltar aos artigos

Relacionamentos saudáveis

Grupo Reinserir

Relacionamentos devem se basear em trocas. E é preciso desconstruir a ideia atual de troca. A troca em nosso mundo é sustentado pela lógica do consumo, ou seja, a troca não parte do afeto e dos vínculos, mas sim do valor que aquilo tem para o Ego. Muitos relacionamentos partem desse princípio, muito mais material e voltado para as satisfações egóicas.

Então, quando falamos de troca, o que se tem é um compartilhamento de afetos e principalmente, uma disposição genuína para conhecer a realidade do outro e estar completamente aberto, para com isso, viver novas experiências.

Namoro, amizade, casamento. Nada dura se os pares não estiverem numa mesma frequência: não fazer do outro, pinico ou depósito do nosso lixo e sim, um templo de autoconhecimento e construção conjunta com o outro.

Pois ora, esse é o maior dos movimentos do ser humano, já que sair da lógica do “o inferno são os outros” e compreender que justamente é no outro que o sujeito se edifica, demonstra quais são os valores para uma civilização evoluída e para uma dinâmica mais saudável onde o outro deixa de ser um rival para ser um elemento que quando percebido, revela muito sobre nós mesmos.

Tudo se trata no final de contas, de respeitar os limites e os espaços produzidos nas relações. Nem você, nem o outro, podem se invadir.